Equipe do LAAm publica artigo sobre os condicionantes do uso da terra em área de descarga do SAIG/SG

12/04/2019 20:22

Análise de uso da terra ao longo de 60 anos.

O artigo foi publicado no 5º Simpósio Internacional de História Ambiental e Migrações, em 2018 e versa sobre os “Processos de transformação da paisagem: condicionantes da dinâmica de uso da terra em área de recarga e descarga do Sistema Aquífero Integrado Guarani/Serra Geral (SAIG/SG) em Santa Catarina“.

Com base na fotointerpretação de fotografias aéreas e imagens de satélite, o estudo procurou identificar as mudanças nos padrões espaciais de florestas, pastos, áreas cultivadas e pavimentos (áreas urbanizadas) associados à dinâmica socioeconômica do Estado de Santa Catarina, e do país, a partir da segunda metade do século XX, para uma seção do Vale do Rio Canoas suprida por águas subterrâneas provenientes do SAIG/SG.

Os resultados mostraram que a expansão de florestas nas encostas, sobre a área de afloramento do SAIG/SG, onde antes havia a presença de pastagens e áreas cultivadas, sugere o melhoramento de processos de regulação do ambiente, avaliadas sob a luz dos processos de recarga e descarga de águas subterrâneas. Da mesma forma, o estudo evidencia a importância de como pesquisas sobre configurações pretéritas da paisagem podem ser incorporadas nas avaliações ambientais.

Texto: Geovano Hoffmann

Revisão: Arthur Nanni

Tags: DescargaDinâmica das águasRecarga

Equipe do LAAm publica artigo na GEOSUL

13/07/2017 23:29

Visão panorâmica da Bacia do Rio Biguaçu na porção central do litoral catarinense

A equipe do LAAm publicou artigo O uso da terra e a sua influência sobre o volume das águas na Bacia do Rio Biguaçu/SC, na edição de julho/2017 do periódico Geosul. O trabalho é derivado do trabalho de conclusão de curso em Geografia de Geovano Pedro Hoffmann e desenvolvido sob a orientação do prof. Arthur Nanni.

A temática partiu das evidências de que mesmo com o aumento dos volumes pluviométricos desde a década de 1980 para a região, refletindo em aumento da frequência de enchentes e inundações, a percepção da população local divergia quanto a permanência das águas na bacia hidrográfica, indicando que, no mesmo período houve uma redução do nível mínimo das águas.

Aplicando-se a abordagem da análise ambiental sistêmica, foi avaliada como a alteração do uso e cobertura da terra está interferindo na dinâmica hidrológica da bacia hidrográfica em questão, a interferência dos trechos fluviais retilinizados e quais as perspectivas e recomendações, frente ao futuro cenário de expansão da área de aglomeração urbana da Grande Florianópolis sobre a bacia hidrográfica.

Texto: Geovano Hoffmann