Gestão de águas subterrâneas da RGSG ganha ferramenta de apoio

27/07/2017 12:13

Equipe de pesquisadores envolvidos: Luiz Fernando Scheibe, Luiz Motta, Arthur Nanni e Mariana Blank.

A Rede Guarani/Serra Geral (RGSG), em parceria com o IBAMA, a comunidade QGISBrasil, o LAAm e o Laboratório de Hidrogeologia, promoveram melhorias na ferramenta Midvatten, um complemento de processamento de informações sobre águas subterrâneas.

O Midvatten, desenvolvido pela empresa sueca de mesmo nome, é uma ferramenta de processamento de informações de águas subterrâneas, de código aberto e incorporado ao QGIS.

Luiz Motta, servidor do IBAMA e contribuidor de scripts para o QGIS, esteve em Florianópolis para auxiliar a equipe do LAAm na internacionalização do complemento Midvatten. Esse passo no desenvolvimento permitirá que a ferramenta seja traduzida para o português e outros idiomas. No caso do Brasil, Mariana Blank, acadêmica e membro da comunidade QGISBrasil, ficou responsável pela adequação da terminologia técnica utilizada pela ferramenta.

O intuito dessa atividade é prover uma ferramenta de processamento de dados à todos os pesquisadores participantes da RGSG, facilitando assim, a comunicação de dados e pessoas entre as diferentes parceiros que compõem a RGSG, pois a ferramenta é livre. Logo, os usuários da ferramenta poderão não apenas utilizar, mas também colaborar para o seu aprimoramento.

Outro passo importante é permitir que laboratórios de pesquisa e ensino possam dispor de uma ferramenta para formação de alunos dos cursos de geologia, na temática da hidrogeologia. Tão logo estejam prontos os tutoriais de uso do Midvatten, os mesmos serão disponibilizados no site do Laboratório de Hidrogeologia.

Convite para Palestra: Prof. Dr. Carlos Walter Porto-Gonçalves

11/10/2015 16:05

Estamos convidando a todos para a palestra do Prof. Dr. Carlos Walter Porto-Gonçalves sobre a Ecologia Política da América Latina, na quinta-feria, dia 15/10/2015, 19:00h, no Auditório do Colégio de Aplicação, e em comemoração aos 20 anos do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da UFSC.

carlos_walter

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Convite Palestra Prof. Dr. Carlos Walter Porto-Gonçalves

Documentário AGUA_VIDA

06/04/2015 16:00

Concentração urbana, exploração de gás de xisto, agropecuária na Amazônia. O que esses assuntos têm em comum? Todos fazem parte da chamada crise hídrica, retratados no documentário AGUA_VIDA como reflexos de crise mais profunda, ambiental e civilizatória.

 

UFSC Entrevista – Luiz Fernando Scheibe

07/01/2014 15:38

Publicado em 19/12/2013

Aquecimento global, regulação climática, destruição de paisagens que retém água, urbanização e desmatamento. Esses são alguns dos temas discutidos pelo UFSC Entrevista desta segunda-feira, dia 16, com o professor Luiz Fernando Scheibe.

Vídeo 1/3:

Vídeo 2/3:

Vídeo 3/3:

 

Pesquisadores da Rede publicam artigo sobre integração dos aquíferos

06/09/2013 15:31

A integração entre os aquíferos Serra Geral e Guarani é cada vez mais evidente, como mostram os resultados apresentados no artigo Fluoride in the Serra Geral Aquifer System: Source Evaluation Using Stable Isotopes and Principal Component Analysis. Nele os pesquisadores demonstram, por intermédio das concentrações de fluoretos, geoestatística, estruturas tectônicas e isótopos estáveis, a íntima relação de intercâmbio entre as águas dos aquíferos, atribuindo a estes o caráter de Sistema Aquífero Integrado.

Esta condição reforça a gestão integrada dos mananciais hídricos subterrâneos de ambos os sistema aquíferos, onde as águas superficiais não são menos importantes, pois tem como responsabilidade a renovação das águas subterrâneas do Sistema Aquífero Integrado Guarani / Serra Geral, através dos movimentos descendentes de recarga.

Curso Gestão Integrada de Recursos Hídricos com Ênfase em Águas Subterrâneas, em Florianópolis, SC

17/07/2013 15:26

logo_curso_capnetCurso Gestão Integrada de Recursos Hídricos – GIRH – com ênfase em Águas Subterrâneas

 A Cap-Net Brasil – Rede Brasileira de Capacitação em Recursos Hídricos – http://www.capnet-brasil.org, em parceria com a Rede Guarani/Serra Geral – www.rgsg.org.br – e a Universidade de Santa Catarina – UFSC, anunciam e convidam a participar do curso, Gestão Integrada de Recursos Hídricos – GIRH – com ênfase em Águas Subterrâneas, a ser realizado nos dias 23 a 27 de setembro de 2013 (horário integral), na UFSC, em Florianópolis, SC.

O curso, dirigido aos membros de comitês de bacias, professores universitários e de cursos técnicos, profissionais que atuem na gestão dos recursos hídricos subterrâneos, tem suas vagas limitadas a 30 participantes, selecionados de acordo com o perfil.

Aos interessados, será enviado formulário de credenciamento, que poderá ser solicitado através do endereço eletrônico , com especificação do assunto: GIRH CAP-NET BRASIL.

A Cap-Net Brasil irá dispor de algumas bolsas (hospedagem e refeição) para participantes de fora de Florianópolis.

Taxa de inscrição: R$ 50,00

Veja programação…

A Rede Guarani/Serra Geral em Santa Catarina: Situação, produtos e perspectivas em julho de 2012

06/08/2012 15:09

Entregue a FAPESC o RELATÓRIO EXECUTIVO DO PROJETO RGSG (Convênio 16261/10-2, FAPESC/FAPEU), que destaca as principais atividades do mesmo até julho do corrente ano, e seus respectivos produtos.
O relatório expressa os resultados de cerca de 350 ações ou produtos registrados, compreendendo um número ainda maior de atividades realizadas pelos 66 pesquisadores (professores e pesquisadores da Uniplac, Ufsc, Unoesc, Udesc, Furb, UCS e Epagri) e 66 estudantes (doutorandos, mestrandos, estagiários, alunos de graduação).

Leia o relatório na íntegra…

Reuniões em Florianópolis dos Pesquisadores do Projeto Rede Guarani/Serra Geral

26/08/2011 16:10

Manhã: Reunião no LAAm/UFSC, 15/08/2011

Estiveram presentes Scheibe, Tatiana, Carla, Carlos Eduardo (Caco), Tássio e Arthur.

Sobre as Metas M1C5 e M5C1: a equipe da UNIPLAC sugeriu a implantação de uma Unidade Piloto de recuperação da mata ciliar em área de afloramento do Aquífero Guarani, que poderia ser em Ponte Alta (Prof. Caco informou conhecer os produtores Jânio Hennig e seu tio, que têm propriedade na área e podem permitir acesso e início de atividades de recuperação). Esta adequação de proposta visa ajustá-la à realidade atual, pois quando o trabalho foi proposto a disponibilidade de informações era menor, melhorando também o intercâmbio entre as metas. Desta forma, as unidades de avaliação e experimentação de métodos de recuperação de mata ciliar seriam substituídas por unidade didáticas e de divulgação das práticas de recomposição. Os coordenadores das duas metas deverão redigir sugestão de mudança, para a Fapeu encaminhar à Fapesc.

M2C2: Tássio e Carla relataram algumas dificuldades de articular os projetos RGSG (custeio) e RGSG-SC/ICI (equipamentos), e propuseram incluir a expressão “e afluentes” na abordagem do monitoramento da área de passagem do rio Canoas pelas áreas de afloramento do Aquífero Guarani, e a inclusão de Lages junto aos municípios de Ponte Alta e Correia Pinto, para ajuste das metas. A coordenação da meta deverá redigir sugestão de mudança, para a Fapeu encaminhar à Fapesc.

Prof. Scheibe entregou parecer sobre o relatório da M1C5, de autoria da profª Silvana, já referendado pela FAPESC. Informou que o relatório da M2C2 tem pendências apontadas, que precisam ser equacionadas, da mesma forma que alguns outros relatórios antigos do RGSG e de produtos (contrapartidas) do RGSG-SC/ICI.

Na Meta 6 – Prof. Caco propôs alguns ajustes no texto do projeto, envolvendo questões de redação, resultados (seminários quadrimestrais). Sugeriu que, como a governança do projeto está bem escrita, poderá ser assumida como o regimento do mesmo, adequando-se também o termo de referência, considerando-se assim como atingido o resultado “produzir regimento da rede”. Sugeriu, ainda, substituir a expressão “celebrar convênios” por “estimular a celebração de convênios”, pois a RGSG, não tendo CPNJ, não celebra convênios. A alteração é coerente com a entrada da Furb, UnoChapecó e UnC, além de outras instituições, no projeto RGSG.

Quanto ao Cronograma do projeto RGSG, observou-se que os recursos de custeio já depositados na FAPEU deverão ser suficientes para manter os trabalhos atuais até o final do ano. Neste caso, poderemos solicitar adiamento das prestações de contas – apresentando relatórios parciais referentes à parcela atual até novembro, e solicitando novo depósito no início de 2012, com prazo de aplicação e de encerramento de todas as metas até junho/julho daquele ano.

Tatiana informou que, como já foi feita licitação pela Fapeu, novas compras de reagentes dependem da apresentação das listas de materiais. Carla e Tássio esclareceram o entendimento do texto de aprovação que não teria sido adequadamente interpretado.

Tássio propôs agendar reunião do Conselho Superior Deliberativo da Rede para submeter a agregação da UnC, assim como as modificações introduzidas no funcionamento da coordenação e outros assuntos de interesse. Foi sugerida a data de 16 de Setembro (sexta-feira), às 14:00h, em Lages, para essa reunião.

Tarde (13:30 – 15:30h): Reunião na Fapesc

Estiveram presentes Scheibe, Tatiana, Carla, Carlos Eduardo (Caco), Tássio e Coordenador de Projetos na Fapesc, Sr. Alexandre Conceição.

Scheibe inicia a reunião, comunicando ao Sr. Alexandre que a equipe de pesquisadores da UNIPLAC realizou reunião para ajustar e interligar os componentes da instituição, e que eles enviarão o projeto RGSG com as alterações sugeridas e um ofício justificando as mudanças. Alexandre reiterou que as alterações no projeto de custeio (RGSG) necessitam sempre de autorização prévia da Fapesc, solicitando que as mesmas venham explicitadas com o texto antigo e a sugestão de novo texto, acompanhados de ofício contendo as justificativas correspondentes.

15/08/2011, na Fapesc: Scheibe, Carlos, Caco, Carla, Tássio, Paulino e Alexandre (Foto: Tatiana).

Com relação ao projeto RGSG-SC/ICI, o Sr. Alexandre Conceição informou que na quarta-feira, dia 17/08, iria à Caixa Econômica Federal para entregar as solicitações de remanejamentos de materiais (Uniplac – Epagri – Furb) e os relatórios de contrapartidas, que foram reformulados; informou, ainda, que a distribuição dos equipamentos já adquiridos e que ainda se encontram na Fapesc deverá ser efetuada imediatamente após a autorização da Caixa Econômica Federal.

Ainda sobre a licitação, ficou acordado que qualquer alteração nos equipamentos ou nos projetos RGSG -ICI deverá ser justificada, sendo necessário explicitar as modificações introduzidas no projeto e respectivos produtos (contrapartidas) . O Sr. Alexandre ressalta que o ano de 2012 é eleitoral e pode prejudicar a licitação, é preciso agilidade para encaminhar as alterações e as novas solicitações.

O Sr. Alexandre informou que a FAPESC está contatando a SDS para conferir se pode haver troca de informações entre o projeto e a Secretaria, nas pesquisas envolvendo os recursos hídricos, especialmente subterrâneos, do estado de Santa Catarina.

Prof. Scheibe sugere ao Sr. Alexandre a possibilidade de prorrogar por mais um período a utilização da 1ª parcela, caso a mesma não seja totalmente utilizada até o encerramento previsto para novembro 2011. Alexandre informa que pode e que irá confirmar com o Jurídico (Clóvis) o trâmite legal. Ficou acordado que se até o fim de setembro o saldo for considerável, será solicitada nova prorrogação.

Observação:

No dia 22/08/2011 recebemos, do Sr. Alexandre Conceição, a seguinte mensagem de e-mail:

“Boa tarde,

A reunião na CEF, na última quarta-feira (17/08), foi bastante produtiva. Explicamos os recentes acontecimentos para os técnicos e entregamos os relatórios.

Os técnicos da CEF ficaram bastante satisfeitos com o material entregue e solicitaram alguns dias para analisar os produtos e dar respostas às solicitações pendentes.

Sendo assim, ainda é preciso aguardar a resposta da CEF sobre os remanejamentos.

Att

Alexandre Conceição”