Disciplinas

ANÁLISE DA QUALIDADE AMBIENTAL

A disciplina “Análise da Qualidade Ambiental”, obrigatória para todos os alunos do curso de Mestrado, envolve discussões sobre a questão ambiental no Brasil e no final do século XX, bem como sobre as principais metodologias de análise ambiental. Complementa-se com trabalhos práticos em escala regional ou local que, nos últimos anos, têm sido realizados na Região Sul Catarinense, em conexão com o programa de pesquisa “QUALIDADE AMBIENTAL DA REGIÃO SUL CATARINENSE”.

Ementa: No início do século XXI, importa conhecer as ideologias do desenvolvimento e as políticas ambientais, levando em conta as bases científicas do estudo do “ambiente” e a retomada das relações homem-meio. A contribuição geográfica aos estudos ambientais abrange estudos dos impactos tecnológicos da agricultura na qualidade ambiental no campo, e dos processos de urbanização na qualidade ambiental urbana. Em trabalhos de caráter prático, no campo e em laboratório, busca-se aplicar técnicas de avaliação espacial do ambiente, de representação das informações geográficas e de monitoramento ambiental.

O paradigma do “geossistema” e a análise geográfica integrada: sistemas primitivos e graus de derivação antropogênica. A conquista dos novos espaços agrários e exploração tradicional intensiva: ataques extensivos e impactos tecnológicos da agricultura. O processo de urbanização e qualidade ambiental urbana. Técnicas de avaliação espacial do ambiente: parâmetros e pesos. Diagnóstico e cartografia da qualidade ambiental. Informações geográficas e monitoramento ambiental. Ideologias do desenvolvimento e políticas ambientais.

INTRODUÇÃO À PERMACULTURA

Disciplina optativa vinculada ao curso de graduação em Geografia. Envolve a temática ambiental sob a ótica do planejamento permacultural e tem como objetivo, introduzir aspectos da permacultura para a compreensão da gestão sistêmica de recursos naturais energéticos, alimentícios e hídricos. Busca discutir a sustentabilidade de processos orgânicos e sua influência na organização social.

Apresenta como programa o mesmo currículo do Permacultural Design Course (PDC) internacional e está vinculado com o projeto de extensão intitulado “Curso de Planejamento Permacultural (PDC)” que fornece aos participantes o certificado reconhecido internacionalmente.

Ementa: Contexto Histórico. Ética e Princípios da Permacultura. Conceitos Fundamentais. Padrões. Paisagem. Métodos de planejamento do espaço. Agricultura ecológica. Água. Solos. Bioarquitetura. Energias e fluxos. Eco-socio-desenvolvimento.

RECURSOS HÍDRICOS EM GEOGRAFIA

Disciplina de caráter obrigatório no currículo do curso de graduação em Geografia e optativo na grade curricular do curso de graduação em Geologia. Envolve a temática em torno da geopolítica das águas, formas de gestão e compreensão sistêmica deste recurso natural.

Ementa: As águas como recursos essenciais à vida e ao desenvolvimento humano, suas características, distribuição e disponibilidade – questões de planejamento, gestão e legislação.

HIDROGEOLOGIA

Disciplina obrigatória vinculada ao curso de graduação em Geologia. Busca permitir ao discente descrever as condições de ocorrência das águas em subsuperfície, entender sua movimentação e suas relações com a água superficial; entender os conceitos básicos necessários ao uso sustentável e à proteção da qualidade das águas subterrâneas; conhecer as obras de captação e monitoramento, fazer testes de aquíferos e distinguir os principais aquíferos regionais.

Ementa: Ocorrência das águas subterrâneas. Definição e conceitos básicos dos sistemas aquíferos. Hidrodinâmica subterrânea. Hidráulica de poços. Determinação das condições de explotação de poços. Obras de captação de água subterrânea. Locação de poço tubular. Qualidade das águas subterrâneas. Hidrogeologia regional. Hidrogeoquímica. Práticas de laboratório.